quarta-feira, 12 de maio de 2010

Vários atores reservados para “Viver a Vida” ficaram de fora da novela, que chega ao fim nesta sexta

A atriz Débora Nascimento
A novela “Viver a Vida”, de Manoel Carlos, chega ao fim nesta sexta (14) com o menor índice alcançado por uma trama da faixa das nove, apenas 36 pontos de média na capital paulista. E a trama não desagradou apenas a cúpula da emissora, mas também a vários atores que haviam sido reservados para o folhetim, mas que não apareceram na história.
É o caso de Débora Nascimento, que desde o início da trama aguardava sua chance de entrar na história. Em entrevista ao jornal Extra, ela revelou ter ficado decepcionada por não ter entrado na novela e até desistiu de acompanhar “Viver a Vida”. “Passei a novela inteira sem saber de nada”, reclama a atriz, que assinou contrato com a Globo por obra, o que a impediu de aceitar qualquer outro convite.
Situações parecidas viveram os atores Beto Nasci e Larissa Queiróz, que também foram escalados para a novela em junho do ano passado. Além deles, Nikolas Antunes é outro que chegou a fazer teste para a trama e ser anunciado como o novo amor de Tereza (Lília Cabral).
Já outros atores desapareceram de “Viver a Vida”, como Ângela Barros, Caetano O’Maihlan, Antônio Firmino e Laércio Freitas, que vive o pai de Helena (Taís Araújo). Sobrou até para a veterana Lolita Rodrigues, que interpreta a mãe de Marcos (José Mayer). Ela ficou afastada da novela por um longo tempo e reapareceu recentemente na cena do casamento de sua neta Luciana (Alinne Moraes).
As informações são do NaTelinha.


Nenhum comentário:

Postar um comentário